SENNA: EE3. AS BRIGAS COM PROST.

Este terceiro episódio do Esporte Espetacular e’ centrado nos primeiros anos do Ayrton na McLaren. Seu excelente relacionamento com os japoneses; seu péssimo relacionamento com o francês Alain Prost. Os dois acidentes no Japão: em 88, batida Prost campeão; em 89, batida Senna campeão. Entrevista com o chefe da Honda que desafiou  o comissário de pista e a diretoria da prova e permitiu que Ayrton voltasse a pista depois de trocar o nariz do carro.

“Os japoneses gostam de pessoas normais que fazem coisas excepcionais. Ayrton tinha as qualidades que nós louvamos nos nossos Samurais”

Como de costume, Niki Lauda solta o veredito mais acertado. ” Eram dois egocentricos tentando vencer o campeonato. Senna, com suas atitudes carismáticas , simpaticas e Prost com seu jeito frances…Eles não gostavam um do outro”

Eles mostram Ayrton correndo pra salvar o frances Eric Comas depois de seu acidente no circuito de Spa, na Belgica. E o ingles Martin Brundle, companheiro de Ayrton na F-3, diz que achava estranho ele ser tão competitivo na pista e tambem ser o primeiro a pular do carro pra ajudar os outros .

Discordo. A atitude de sair do carro e querer ajudar  outro piloto ou se emocionar com o acidente de um colega de trabalho e’ totalmente condizente com um sujeito cujo lado emocional era forte como o do Ayrton.

Também tem o ingles Derek Warwick falando de como foi bom pra família dele receber a carta do Ayrton depois que seu irmão Paul morreu num acidente na pista de Oulton Park. Lembro bem quando escrevi aquela carta. Eu gostava muito do Derek e também do Paul. Fiquei muito triste com a morte dele e não foi fácil escolher as palavras. Ayrton gostou da minha iniciativa, ficou emocionado lendo, adicionou algumas palavras, conversamos sobre a perda… umm momento forte, pessoal e carinhoso que guardo comigo.

EE termina com a sensacional vitória do Ayrton no GP Brasil de 1991. Vale a pena ver de novo.

 

About Betise Assumpcao Head

Communicator, specialized in Media Relations, Reputation, Crisis Management, corporate or individual. I started as a Sports Journalist (7 years, Mains newspapers and magazines in Brazil) turned into World Wide Press Officer (Senna 1990/1994), been to Games in Barcelona Atlanta, London & Rio 2016. Italy, Germany & Brazilian World Cups.

12 responses to “SENNA: EE3. AS BRIGAS COM PROST.”

  1. Aninha says :

    Olá. Tenho uma curiosidade
    Você que conviveu com ele sabe dizer qual de suas ex namoradas ele mais amou ou foi a mais importante?
    bjo

    Like

    • Betise Assumpcao Head says :

      Oi Aninha. Esta reposta só o Ayrton poderia te dar. E mesmo que eu pudesse, não tenho certeza se te daria. Conhecendo o Ayrton, se ele namorou firme com alguém e’ porque estava mesmo apaixonado. eE claro que, pela propria natureza da vida, ele foi amadurecendo e curtindo as namoradas de maneiras diferentes.

      Like

  2. Paula says :

    Olá Betise. Muito se fala sobre Adriane Galisteu, uns bem outros mal. No meu caso, sou das que acho que ela é uma vencedora e que realmente amou Ayrton Senna. Você que contactou com eles, qual a sua opinião a respeito?

    Like

    • Betise Assumpcao Head says :

      paula, só o que posso te dizer é que o Ayrton estava muito feliz com ela. Comigo, ela sempre foi muito simpática, dávamos boas risadas, passeavamos juntas. Gostava muito dela. E o Ayrton sempre me incluía toda hora que a Dri precisava de ajuda. Então ficamos amigas. Faz muito tempo que não a vejo. Mas nos falamos pelo telefone de vez em quando.

      Like

      • Paula says :

        Muito obrigada 🙂

        Like

      • Elma Oliveira says :

        Depois de ler a pergunta da Paula, a minha opinião é que eu gosto dela por ela ter personalidade e me passa autenticidade, além do fato que eu já li várias declarações de pessoas que eram próximas do Senna que falam bem dela, como, Braguinha, Nuno Cobra, Emerson Fittipaldi e agora estou vendo a Betise tb falar. Outro que eu vi falar em uma entrevista no México e em um artigo foi o Jo Ramirez. Ele falou muito bem dela. Disse que era uma mulher excelente.Todos esses falaram o mesmo que a Betise falou, que o Senna estava muito feliz com ela e isso pra mim já basta pra gostar. Estou acompanhando os episódios do esporte espetacular e assisti hj um do sportv e gostando bastante. Betise, obrigada pelas coisas que vc escreve aqui sobre o Senna. É bom ler as histórias de quem conviveu tão próxima dele.

        Like

      • Betise Assumpcao Head says :

        Voce está certissima. Ss pessoas que estavam sempre do lado dele são as melhores testemunhas de como ele gostava dela. E ainda fico feliz de saber que ele foi feliz com ela no seu ultimo ano de vida

        Like

  3. Val says :

    Betise tenho medo desse assunto “namoradas” do Senna . Falo isso porque tem muita gente que quer se apropriar de algo que é intimo e como vc bem disse só o Ayrton se ele quisesse poderia nos revelar. Procuro tudo sobre ele na internet e sempre me deparo com mentiras, difamações, uma verdadeira guerra entre fans de suas ex namoradas que usam o nome e a imagem do Senna para promover um lado e desmoralizar o outro. Há pagina que parece ser em homenagem ao Ayrton mas seu maior objetivo é ofender a Galisteu por outro lado há tb uma pag. “dedicada” ao Senna que tem obsessão em desmoralizar a Xuxa, toda a família do Senna e até mesmo o Instituto Ayrton Senna. Quem acompanha a história do Senna pela internet sabe do que estou falando. Desculpa meu desabafo, pois eu sei que nem vc nem sua pagina tem nada a ver com isso e só falei porque vi comentários sobre “namoradas” e eu sei o quanto esse assunto pode gerar desrespeito não só em relação às pessoas que citei, mas tb á memória do Senna. Beijos e muito obrigada por compartilhar histórias e momentos preciosos do nosso amado Ayrton.

    Like

    • Betise Assumpcao Head says :

      Val, como eu disse, o Ayrton foi apaixonado pelas 4 grandes mulheres de sua vida com as quais teve relacionamentos mais longos. Se nós ficamos sabendo é porque ele não conseguia esconder, certo? Era muito importante, caso contrario, ele teria feito tudo para manter sua privacidade. Cada uma foi amada de uma maneira diferente, condizente com o que Ayrton passava no momento, sua idade etc. não da’ para comparar. E não entendo porque as pessoas se acham no direito de ficar julgando uma ou a outra. Se o Ayrton gostou delas, quem somos nós pra ficar especulando??? Se é algum consolo, ele estava bem feliz com a Adriane, apesar da desaprovação de sua familia.

      Like

  4. Petrus says :

    Olá Betise.

    Acabei de assistir os quatro capítulos, foram 01h56min , só assisti porque você indicou… não achei que a Globo fosse capaz de fazer algo sem o famoso ufanismo barato, a programação aberta é tão lastimavel que duvidei , mas realmente ficou muito bem feito esse documentário.

    Não sei por que mas na corrida de Donington, ou melhor, em toda temporada de 93 eu tenho a impressão que a suspensão ativa combinada com o gerenciamento de motor e cambio automático e aquele “botãozinho” vermelho que o Ayrton apertava a cada tomada de curva , tipo, programando a volta, deixou aquele carro tão fácil de pilotar que ele sobrou… pena que faltou motor, senão ele teria ganhado o campeonato que, diga-se de passagem, foi um ano muito chuvoso , estou errado?

    Outra coisa que acho estranho ninguém da mídia nacional falar é da sua pole de 93 na Austrália.
    O famoso “The radio button stuck in transmission”, depois de muito procurar consegui uma copia do documentário The Season With McLaren, há muito tempo fiz uma edição e coloquei no you tube a volta da pole, tem tanto acesso que eu não entendo porque ninguém falou desse fato por aqui, enfim, são detalhes!

    Abraço Betise, obrigado pela indicação.

    Like

  5. maria says :

    OI, Betise vc foi uma excelente assessora para Ayrton e também uma grande amiga prova disso, foi a sua lealdade ao dar apoio à Adriane Galisteu, no seu funeral. Só tenho respeito e admiração pela sua pessoa,torço bastante para seu sucesso… realmente vc merece. Também acho que Adriane Galisteu foi um grande marco para Ayrton, pois ele tinha conseguido tudo vitórias e prestigio, ele estava numa fase emocional voltado para lado de formar sua própria família. Isso não quer dizer que seria com a Adriane, ou sim. Mais ela mostrou a ele a importância de aproveitar à vida relaxar mais… Infelizmente, ele se foi cedo demais. Achei a família dele muito fria, na ocasião, e também acho que eles poderiam ter aproveitado vc, para continuar a gerenciar o seus negócios. Um forte abraço e bjs Tise .

    Like

    • Petrus Portilho says :

      Olá Maria, olha só, eles são reservados, sempre foram, lembro de um documentário que o Sr. Milton não queria ser filmado, imagine mostrar sentimentos em ” praça publica”, essa foi a minha percepção pelo menos! Abraço

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: